2:32Não dá pra esquecer

CRÔNICAS DE ALHURES DO SUL

Por Manoel Carlos Karam

Lidas pelo autor na BandNews FM 96,3, Curitiba, às segundas-feiras, entre seis da tarde e sete da noite, e na terça-feira de manhã  – ou a qualquer momento em edição extraordinária.

(24 de setembro de 2007)

      Não dá pra esquecer.

      A seqüência do desfile de moda eclesiástica em Roma de Fellini.

      O jogo de tênis sem bola em Blow-up de Antonioni.

      Não dá pra esquecer.

      Singin’in the rain em Laranja mecânica de Kubrick.

      O engarrafamento na estrada em Weekend de Godard.

      Não dá pra esquecer.

      A fita arrebentando em Persona de Bergman.

      A morte da cadela Baleia em Vidas secas de Nelson Pereira dos Santos.

      Não dá pra esquecer.

      A frase imprima-se a lenda em O homem que matou Liberty Valance de John Ford.

      O trenó em chamas em Cidadão Kane de Orson Welles.

      Não dá pra esquecer, não.

Uma ideia sobre “Não dá pra esquecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>