10:38Dinheiro e inteligência

José Trajano Sento-Sé, cientista político da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, analisou os dados divulgados na semana passada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Sobre o Paraná, que teve o maior investimento em inteligência, disse o seguinte à revista Carta Capital desta semana: “Todos os estados investem muito pouco em inteligência. Isso vai de encontro à admissão dos gestores de que o investimento em inteligência é fundamental. Os estados ainda estão muito presos a uma política reativa. Mas vejamos o caso do Paraná, que tem o maior volume de recursos para inteligência e é o quinto em homicídios dolosos. Sinal de que o dinheiro não é o suficiente ou que o uso não é feito de forma correta”.

Uma ideia sobre “Dinheiro e inteligência

  1. Gomes

    O problema é que dinheiro no Paraná é utilizado para bisbilhotar a vida dos inimigos do Requiao e do Delazari. Ficam ouvindo só pra fazer fofoca. Essa é a verdade. Ah, além disso, o homem é baixinho, mas desvia que nem gente GRANDE.

  2. Ricardo Jabur

    Os críticos da segurança no Paraná quase nunca levam em conta as fronteiras do estado com São Paulo e Paraguai. Só por isso já dá pra dizer que cuidar de segurança pública no Rio Grande do Sul é uma baba. O sonho do curitibano médio é ter os números do sul maravilha, a Europa brasileira. Difícil…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>