17:35Copel nas estradas

É assim que funciona. Os integrantes da Comissão de Constituição e Justiça ouviram os técnicos do governo que foram à Assembléia hoje à tarde explicar como e porque o governo quer entrar no negócio das concessões de pedágio através da Copel. Rogério Tizzot, diretor do DER, foi claro em sua exposição: a intenção é forçar as outras empresas a baixar o preço da tarifa, mesmo que não se ganhe a disputa. Hummmm. O deputado Durval Amaral (DEM), presidente da CCJ, avisou que a maioria dos itens do projeto apresentado é inconstitucional. O relator é o deputado Artagão de Matos Leão Filho (PMDB), da base governista. Ele tem 24 horas para apresentar seu parecer. A maioria dos integrantes da CCJ apóia o governo.

Uma ideia sobre “Copel nas estradas

  1. giba dois

    ah, e eu que nem desconfiava que a maioria dos itens do projeto é inconstitucional. imagine. só uma pergunta: por que esses preguiçosos não faltaram hoje, já que nunca aparecem na assembléia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>