14:48Trama macabra

O indiciamento de Patrícia Cabral da Silva, a moça grávida baleada durante assalto a posto de gasolina, não surpreendeu quem trabalha junto ao delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Furtos e Roubos. Enquanto a história virava novela nos telejornais nacionais, com a comoção pela gravidez e depois acompanhamento do parto, a desconfiança de que ela participou da elaboração do roubo e se prontificou a levar o tiro para receber uma indenização aumentou. Hoje, têm-se quase certeza de que ela queria não só receber o dinheiro, como se livrar do filho. Patrícia nega a história. Por enquanto.

Uma ideia sobre “Trama macabra

  1. Rosa

    Ei, mas o que seria ela, uma mulher-bomba?
    Acho um pouco fantasiosa essa história, visto que seria quase um suicidio.
    Algo esta muito mal contado nesse embrólio.

    Rosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>