19:34Televisores laranja foram customizados pela Cequipel

 O Governo do Paraná demorou uma eternidade para apresentar as notas fiscais da compra dos 22 mil televisores laranja para a Secretaria da Educação. O negócio, de quase R$ 19 milhões, é alvo das mais variadas suspeitas, principalmente por ter sido feito junto à Cequipel, uma indústria de móveis que, por coincidência, foi a maior doadora da campanha para a reeleição do governador Roberto Requião. Hoje, na Assembléia Legislativa, o deputado Luis Claudio Romanelli (PMDB), líder do governo, apresentou um conjunto de quatro notas que vai colocar mais caroços neste angu. Por elas ficou-se sabendo, finalmente, que os televisores foram comprados da CCE por R$ 700,00 e “customizados” pela Cequipel  com “conexões para pen-drive, MP3 (áudio), MP4 (áudio e vídeo), para cartão de memória de diversos formatos e para reprodução de arquivos em diversos formatos”, segundo Romanelli. O televisor também está apto a receber sinais de emissoras de TV em VHF, UHF e TV a cabo. O preço final foi de R$ 860,00. O inacreditável é que o governo demorou quase um ano para fazer este tipo de revelação. Por quê? Não se sabe ainda se foi a CCE ou a Cequipel a responsável pela pintura especial alaranjada, mas é muito estranho o fato de o governo informar agora que a CCE, uma das maiores empresas de eletro-eletrônicos do país, se declarou incapacitada para turbinar os televisores, e a Cequipel, especializada em móveis de escritório, ter feito isso, em 22 mil aparelhos. “A Cequitel é uma empresa especializada em soluções tecnológicas educacionais como carteiras informatizadas, núcleos de informática para laboratórios e televisores com entrada USB para salas de aula”, justificou Romanelli. Hummmm. Os deputados que desconfiam do negócio desde o início prometem  estudar com calma as notas fiscais e partir para mais um ataque. Enquanto isso os televisores continuam sendo distribuídos. Alguém aí está conferindo? 

Uma ideia sobre “Televisores laranja foram customizados pela Cequipel

  1. Arrelia

    É muito importtante os tvs sbe, perdão usb, o ensino com esses televisores faz com que a educação do paraná seja a primeira do mundo.

  2. Edmond Dantes

    Esta história dos televisores está na mídia a mais de meio ano. O “negócio” é prá lá de suspeito. Daí vem uma pergunta: e o Ministério Público? Serve prá que? Anotem aí: daqui um pouco eles vão investigar este fato. Por que só agora? Se realmente fizerem isto, a sociedade pode fechar o MP que dá lucro.

  3. juarez carlos cabelo

    As televisões são muito importantes. Não para a educação, porque isso não interessa a essa gente, mas para a Cequipel. Alô Maurício Requião, ligue agora para o advogado e processe toda a população paranaense, que é contrária a mais esta POUCA VERGONHA com o dinheiro público!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>