12:14O Paraná é ótimo

De Braganey, nosso doutor em economia informa: “Vejam que beleza. Dez anos atrás, para socorrer administrações à beira da falência, o governo federal de FHC fez o maior refinanciamento das dívidas do Estados. Mas os Estados não têm conseguido honrar esses pagamentos e uma nova dívida pública vem crescendo silenciosamente. Hoje já soma R$ 82,7 bilhões. O resíduo é a diferença entre o valor cobrado mensalmente pela União a título de prestações da dívida e o efetivamente pago pelos Estados. Traduzindo: acumula resíduo quem não paga integralmente sua parcela. São Paulo e Minas são os recordistas em resíduo, com R$ 43,2 bilhões e R$ 15,9 bilhões, respectivamente. Depois vêm o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. O menor é o do Maranhão, com R$ 219,8 milhões. Destoa nessa lista o Paraná, que, embora deva mais de R$ 7 bilhões, não acumulou resíduo, relata a Agência Estado. Como somos bonzinhos, pagamos tudo em dia, obtemos o resultados: o Paraná tem a menor participação no orçamento federal e no tal PAC entre os estados do sul. Os outros seguem o lema nacional: devo, não nego, pago quando puder.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>