17:49Excluídos e manobrados

Além da tradicional parada militar do 07 de setembro, aconteceu hoje a 13ª edição do “Grito dos Excluídos”. Em Curitiba, manifestação aconteceu na Vila Audi, que de chique só tem o nome, porque ali a pobreza impera. O movimento tem apoio da igreja Católica. Muito bom. Nada contra. Mas o que não casa é a palavra de ordem. “Isto não Vale! Queremos participação no destino da nação”, foi o grito de guerra, referindo-se ao Plebiscito Popular para reverter a venda da Companhia Vale do Rio Doce. Os excluídos, ou seja, um mar de gente que não tem saúde, comida e educação decentes, ou seja, itens mínimos para um ser humano viver com dignidade, nunca ouviram falar da Vale, da venda mandrake no governo do PSDB de FHC, etc. Por isso, o que parece esse tipo de manifestação? Coisa de doido, com os pobres coitados sendo, mais uma vez, utilizados por motivos políticos. É triste.

Uma ideia sobre “Excluídos e manobrados

  1. Ricardo Jabur

    Trsite é a tua vida classe média que acredita que “eles” são pessoas diferentes de você.

    Amigo, quem mora na Vila Audi sai de lá uma vez por dia e vem pra lugares bem perto da tua casa. Pra trabalhar, como todos os trabalhadores fazem. Os que são sindicalizados discutem sobre temas muito mais bem elaborados do que você pode imaginar e muito mais complexos que as palavras que você escreve em tuas conversas com assessores da Assembléia.

    Você, preconceituoso até o osso, só enxerga um mar de gente sem cor em uma favela. As associações encontram eco pras idéias que o MST, o MSLT, a Via Campesina e o MAB propagam faz muito tempo no interior. Eles se mobilizam aos poucos, mas sabem porque lutam.

    Você não gosta, mas o povo pensa. O povo faz alguma coisa além de trabalhar. E eles vão fazer muito mais ainda. Apesar de você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>