18:17O rumo do meu barco

Ja inspecionei a proa,

amarrei a carga,

desatei a vela.

O vento sopra forte e

enfuna meu coração

de alegria.

Agora é contigo, Senhor.

Toma o leme e risca

o rumo do meu barco – não

penses que irei por

este mar sozinho.

De Jamil Snege em “Senhor”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>