14:16De Roberto Bertholdo a "Jeremias, o bom", e a quem interessar

O texto que segue deveria entrar na seção de comentários. Mas, pela importância das revelações, vai aqui mesmo para avaliação dos leitores. É uma resposta do sr. Roberto Bertholdo à pessoa que se assina “Jeremias, o bom”.

“Senhor Jeremias, o bom, e demais leitores,
Tomo a licença de responder as citações feitas pelo senhor Jeremias, o bom, com respeito à minha pessoa,
Primeiramente, sou eu mesmo, Roberto Bertholdo, advogado e diretor do JORNALE, empresa de propriedade de minha filha Priscila.
Gostaria de antecipar ao senhor que acompanho seus comentários há meses. Devo dizer que comungo com boa parte de seus posicionamentos, salvo aqueles que excedem o limite do bom senso, o que ocorre com pouca freqüência, mas que se justificam, talvez, muitas vezes, por um excesso de indignação que, acredite, também me aflige. Creia: sou quase seu fã.
Sobre suas perguntas quero lhe informar: sou ainda advogado, apesar do esforço da classe local em me condenar antecipadamente, mesmo ferindo preceitos constitucionais e do código de ética profissional, que posteriormente foram corrigidos pelo Conselho Federal da OAB, em Brasília. Autofagismo paranaense, esteja certo, pois ainda estou sendo vítima.
Quanto às acusações, além daquelas citadas pelo senhor, respondo a mais 20 inquéritos que versam sobre inúmeros outros crimes. Eram 26 ou 28 e aos poucos vou esclarecendo um a um e as Ações Penais têm sido trancadas com freqüência. Vou provar em todos os demais que sou inocente.
Gostaria de lhe informar que minha prisão foi a mais cara prisão da história do país: R$ 80 milhões. Fui quase mais caro que o prêmio oferecido pelo Governo dos Estados Unidos pela captura do Bin Laden.
Seguramente você e muitos não sabem que fui preso por conta de duas delações premiadas: uma de Tony Garcia e outra de meu ex-sócio, aquele que inventou a história de seqüestro e tortura pra encobrir os desvios e crimes praticados por ele.
No caso de Tony Garcia, o mesmo recebeu perdão que além de permitir-lhe liberdade, deixou para seu desfrute e uso mais de R$ 80 milhões, desviados do Consórcio Garibaldi. Isso mesmo: R$ 80 milhões foi o valor desviado por Garcia e perdoado pelo Juiz Sergio Moro que entendeu em sua sentença, por desconsiderar a existência da pena de perdimento, presente e conhecida por todos no Direito Penal.
Assim, Garcia continuou com todos os seus bens imóveis, iates, seus postos de gasolina em nome de laranjas, em troca da prisão de quem? Roberto Bertholdo.
Não fiz grampo em ninguém, muito menos no Juiz Moro. Boa parte do judiciário sabe disso, vou provar isso, leve quanto tempo seja necessário. Muitos em Curitiba sabem que o autor dos grampos no Juiz Moro foi um outro delator, também premiado pela Vara do Juiz Moro. O Juiz Moro não acredita nisso, mas um dia saberá a verdade.
Como você pode ver, senhor Jeremias, interesses econômicos e o de ludibriar a Justiça revestiram minha prisão e revestem meus inquéritos.
Sobre a acusação de seqüestro/tortura: o senhor acha possível alguém seqüestrar uma pessoa em seu próprio escritório( uma casa de 320 metros quadrados), com a presença de mais de 20 pessoas (entre elas advogados, secretárias, assistentes, motorista, faxineira, copeira)?
Além disso, acha possível que nenhuma dessas pessoas tenha percebido a tortura e chamado a polícia? Poderia também um universo de 15 testemunhas de acusação listadas pelo próprio Ministério Público terem combinado para negar a existência deste absurdo e artificial fato?
Lastimo, mas reagi a uma agressão anterior de Costa e, de fato, bati no sujeito que tem a estatura 2 ou 3 centímetros superior a de um anão. Me arrependo sim, mas acho que muita gente faria o mesmo com aquele rapaz, que “roubou” dinheiro meu e de clientes, além de extorquir vários clientes de meu escritório, com fitas obtidas com o “big brother” que havia montado sem o conhecimento meu ou mesmo de clientes.
A versão que ficou foi a de tortura. Afinal, a quem interessaria revelar a verdade? Roberto Bertholdo se tranformou em matéria a ser vendida e “carta fora do baralho” da advocacia e política paranaense. Isso basta?
Não é só isso: Tony Garcia ganhou R$ 80 milhões e Sergio Costa pôde vender seus bens e evadir-se para o Canadá, onde vive luxuosamente, com dinheiro desviado do escritório de advocacia e de clientes, ambos sob a proteção do Ministério Público Federal.
Lembra do autofagismo que todos nós tanto comentamos, mas não combatemos. Imagine isso regado a milhões de reais.
Que fique claro que não acuso o Juiz Moro de receber dinheiro, mas que tem muita gente ganhando com essa estória toda, tem.
Quanto a acusação de estar metido até o pescoço em compra de votos: somente a versão de Tony Garcia, em matéria à revista Veja relata tal fato (matéria que apresenta foto em que o mesmo não conseguiu esconder suas preferências sexuais).
Mesmo na denúncia do mensalão, que atingiu dezenas de pessoas acusadas desta conduta, não fui incluído, apesar da tentativa e do esforço de Garcia e de meus desafetos. Evidentemente inventaram essa estória.
Senhor Jeremias, o bom, tenho 46 anos e até os 44 anos nunca havia tido sequer uma discussão em condomínio. Sou homem de paz e honesto. Interesses econômicos e políticos transformaram minha pessoa, reconhecida como ética durante 44 anos, em um pseudo torturador, corruptor e grampeador de telefones.
Nem tudo o que se lê na imprensa é verdade, não é mesmo?
Estou a sua disposição e de quem quer que seja para explicar e demonstrar o que digo: fui e continuo sendo vítima de um golpe, urdido por dois bandidos que se utilizam do desejo e vaidade de alguns para se beneficiarem economicamente e se manterem protegidos, justamente por aquela que deveria retirá-los da sociedade e não o faz: a justiça.
Peço desculpas a todos por me alongar nesta resposta ao senhor Jeremias, o bom.
Quero dizer ainda, em resposta ao senhor Luis Otávio, que no JORNALE sempre existirá espaço para todos os lados, sem qualquer espécie de censura. Este caso é exemplo: o Zé Beto, mesmo sem antes consultar a Priscila, minha filha ou eu, postou seu comentário e o do Jeremias, ambos contrários a mim, que somente agora respondo.
Assim deverá ser, para que possamos crescer e conquistar credibilidade.
Caso queira, senhor Jeremias, o bom , venha me conhecer e lhe passo mais detalhes do que aconteceu comigo. Você ficará de cabelo em pé, isto é, se o senhor não for como o Zé Beto: desprovido de tal adereço.
Roberto Bertholdo

25 ideias sobre “De Roberto Bertholdo a "Jeremias, o bom", e a quem interessar

  1. luis otávio

    Viva a democracia. Parabéns ao Jornale. Se o Bertholdo é ou não é culpado o tempo irá mostrar, mas ele está mostrando que está com interesse de fazer um jornal de verdade. O Tony Garcia, todo mundo sabe do que é capaz. Se for verdade essa história de perdão de 80 milhões for verdade,,,é uma vergonha,,,,não se justifica….o juiz errou.

  2. Eraldo Stein

    Estou bem impressionado com o espaço democrático que o Dr. Bertholdo está dirigindo. Não censura comentários ou notas de ninguem. Não conhecia essa história de perdões pelas delações dos senhores Costa e Garcia. É de indignar. Parabéns ao Zé Beto também pela forma imparcial de tratar o assunto.

  3. luma lici

    Esse gabriel é que é um saco.Por que é que entra pra falar que é um saco.
    É eu também tou falando de saco..esse gabriel é um saco, o bertoldo é um saco, o tonio garcia é mais saco ainda. Dessa turma aí só sobrou a frida.

  4. Jeremias, o bom

    Parabéns, Senhor Roberto Bertholdo.
    Apreciei muito o seu texto e saiba que sou sensível a ele.

    Eu desconhecia quem era o Diretor do Jornale ou a quem este pertencia.

    Participo deste Blog deste os tempos em que o Sr. ZB estava associado ao site do Jornal do Estado.

    Procuro participar com opiniões sinceras e desprovidas de preconceito contra partidos políticos, autoridades constituídas ou órgãos de imprensa, ora concordando e ora discordando das opiniões do bloguista ou de outros participantes, conforme me pareça sensato.

    Creio ser essa uma característica do próprio blog e tento exercê-la muitas vezes com proposital ironia, ainda que algumas vezes corra o risco de ser mal interpretado.

    A história do Brasil, antiga ou recente, é farta em exemplos de pessoas que foram injustiçadas pela Justiça Formal ou pela opinião pública, ou ainda por artifícios empregados por adversários políticos ou concorrentes econômicos. Muitos de nossos heróis de hoje, que batizam praças e ruas, foram mártires em sua época. Não digo nenhuma novidade, por certo.

    Obviamente, defendo que ninguém seja condenado ou execrado sem ter tido direito a um julgamento justo. Aliás, recentemente escrevi algo nesse sentido me referindo ao caso do mensalão, neste momento monopolizando as atenções do Supremo.

    Agradeço a atenção que deu à minha dúvida anteriormente postada, baseada, é verdade, em informações que li em jornais e revistas diversas, mas saiba que o Sr. e todos os que forem vítimas de armadilhas semelhantes terão de mim sempre o respeito e a devida consideração, e a priori, o benefício da dúvida, a que todos temos direito.

    Emprestando suas próprias palavras (“Nem tudo o que se lê na imprensa é verdade, não é mesmo?”) lhe desejo êxito em suas defesas e vida longa ao Jornale e ao Blog.

    Que o Jornale venha a ser o “lado verdade” da imprensa!

    Ponto para o Sr.

  5. gabriel santos

    luma lici é um saco. gabriel santos é um saco. “Jeremias o Bom” é um saco, recuou bonito depois que o advogado publicou a “resposta”. E o “jornale” “lado verdade” da imprensa? nos próximos 3 meses porque depois tem eleição.

  6. Armínio Esfrega

    Tem doleiro aí, que fez delação com esse mesmo juiz que continua operando no mercado e que também teve seu patrimonio protegido. Prederam uns e outros todos menores que ele, menos criminosos que ele, menos perigosos que ele pra deixar ele livrinho, livrinho. É o homem da Olvepar e do dinheirão da Copel do Ingo.

  7. carlos

    Bom, Jeremias. Gostei. Ainda bem que tem gente que escreve comentários sérios e irônicos. Ponto também para o Dr. Bertholdo (por que chamou de Sr. Jeremias? só por que ele é o dono?) é muito bom para a sociedade a discussão de temas que a ela dizem respeito. E pro pessoal que tem opiniões adolescentes (que dependem de outros) vão para o shopping e não encham o saco dos adultos! Que saco!

  8. Hidalgo

    Ô Zé Beto, bajulando o patrão. Esse Toni Garcia tinha que tar preso junto com o bertjoldo, lá eles se entendem. Cadê o dinheiro do Consórcio Garibaldi? O juiz perdoa o deputado bronzeado e nós ficamos sem nosso dinheiro. Na briga do mar com a pedra quem leva a pior é caramujo. Juiz ganha 25 mil, trabalha só 10 meses por ano, vai tar preocupado com consórcio? Já vai.

  9. Jeremias, o ruim

    Caramba o Jeremias, o bom, virou bonzinho derepente.
    Mas a briga está boa. Pelo menos o Jornale está deixando. Vamos ver até quando.

  10. Luis Otávio

    Se eu soubesse que ia dar tanta confusão tinha falado mal do Bertholdo antes. Quero ver até quando vão deixar falar mal do Bertholdo aí no Jornale. Falar mal do Toni Garcia é fácil, difícil é falar bem desse cara. Quero ver se aparece alguém pra falar bem dele.

  11. Lucia

    Perdoaram o Toni Garcia? Que loucura! O cara que fez isso deve ser de outro planeta. A quantidade de crimes que ele está envolvido. Todo mundo sabe que ele tem postos de gasolina e que ganhou liberações duvidosas da Prefeitura de Curitiba. Dêem uma olhada nas liberações de verbas do gabinete desse cara na Assembléia Legislativa para entidades assintenciais. Vão descobrir cada coisa. Ele é amigo do Ezequias. Gosta de um fantasma.

  12. Paladino

    Zé Beto,
    É verdade que o Ministério Público dá proteção ao Toni Garcia? Por que ele faria isso? O que será que está por trás disso aí?
    Com a palavra o Ministério Público.

  13. Canadian

    Bertholdo, Tony Garcia e Sergio Moro, essa turma aí é tudo farinha do mesmo saco. É tudo igual, todos querendo aparecer e nenhum serve. Todos se utilizaram da máquina pública pra seu benefício pessoal. Pronto.

  14. eduardo

    sr. bertholdo, já que usou o espaço, aqui em londrina um amigo seu e ex amigo meu, falou horrores a seu respeito, como está seu relacioonamento com esse indivíduo, o libanês josé janene?

  15. Arrelia

    Ser mal falado por José Janene, é sinal de honradez e probidade. Assim, podemos concluir que o sr. Bertoldo, é honrado, probo e de bom caracter. E por falar em Justiça, me surpreende até hoje o respaldo que Tony Garcia tem de alguns integrantes do Ministério Público??????? Engraçado Né !!!

  16. Arrelia

    É impressionante. Voce é errado. Mas ao se tornar um”Delator Vip”, acaba gozando e desfrutando do proveito dos lucros que teve. E Justiça????????????

  17. O Ruim, jeremias

    O Bertholdo era advogado do Janene que por sua vez, era sócio do Toni Garcia(bingo, corrupção e esposa)que tinha Bertholdo como advogado. O Janene além de ter o Toni Garcia como sócio, é sócio do Beto Yousef. De todos, só o Bertholdo foi preso. Todos continuam ricos, protegidos por um mesmo Juiz, o Sergio Moro, Tem angu embaixo dessa farofa!

  18. nix

    Marcelo Lavocat Galvao, notorio socio de Bertholdo em Brasilia, quase foi nomeado ministro do STJ. Por 2 vezes a OAB enviou seu nome ao Tribunal, e por 2 vezes o STJ rejeitou.

  19. Marco Antonio

    Seria chover no molhado falar acerca de tais palavras. Apenas agradeço a Deus pelo privilegio de dividir estas falacias e injustiças com o ilustre advogado;

    Muitos ja falaram acerca, outros ainda irao falar…Porem ninguem caminhou com seus calçados para entender suas feridas nos pes…

    Aguarde dossie que em breve sera lançado ao ar, criado e forjado na angustia e no calor da batalha pela liberdade. Mas a verdadeira liberdade, aquela que nos arremeta a uma sensaçao de ir e vir de fato sem ter que se preocupar com quem esta me seguindo…

    Verdadeiras cobras peçonhentas e animais carnivoros que rezam e aguardam o apodrecimento de nossos sentimentos para satisfazrem seus egos escondendo-se atras de uma Toga.

    Nao tenho duvida e talvez seja umas das poucas pessoas que viu com tanta intimidade tal voracidade em buscar suas verdades;

    Que Deus ilumine suas escolhas e sei que em um espaço muito breve de tempo a Justiça que ultrapassa os comentarios de um blog sejam rofanos ou nao, iram te acalçar e te abencoar.

    Vc e um vencedor…

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *